menu
Topo
Blog SP a Pé

Blog SP a Pé

Categorias

Histórico

Música Passo: a cidade com trilha sonora no trabalho de Alessandra Leão

Adriana Terra

12/11/2018 13h00

Foto: instagram.com/alessandra_leao

"E sempre que anoitece te amo…", diz a voz macia de dentro de um carro, em um fim de tarde pós-chuva no Minhocão. Cantando em movimento, ou observando o vaivém da plataforma da estação da Luz. Cantando de uma varanda na Chapada dos Veadeiros, ou entoando versos de Luiz Gonzaga na rede de uma casa na Barra Funda. Cantando música de Tulipa Ruiz observando uma água-viva na praia recifense de Boa Viagem, ou letra de Paulinho da Viola com o Rio de Janeiro ao fundo, pela janela de um apartamento. Lembrando Geraldo Azevedo e Alceu Valença dentro de um vagão do metrô paulistano, ou cantando um ponto para Ogum sobre o Terminal Bandeira.

Cantar e caminhar não é novidade para Alessandra Leão, artista pernambucana que vive em São Paulo desde 2013. Mas foi há pouco mais de um ano que ela passou a organizar isso em registros de um minuto que vem postando com frequência em sua página no Instagram sob o nome "Música Passo", inspirada por "Cidade Passo", pesquisa da artista e amiga Vânia Medeiros que investiga a potência das andanças na nossa relação com a cidade.

"Os primeiros vídeos eu fiz na praia, há alguns anos. Depois fiz em Salvador, que lá dá vontade de você filmar e cantar o tempo todo, né? Tem isso. Acho que eu comecei a dar esse nome lá", conta Alessandra.

"Porque eu canto muito andando, faço música enquanto ando. Quando eu preciso resolver alguma coisa, às vezes eu vou andar. Muda a chave. E não só andar, mas fazer umas coisas como mexer nas plantas, tomar um banho. Desliga um pouco do que eu estava fazendo, mas sem desligar muito", observa.

A cantora diz que tem feito os vídeos de forma bem livre, mais como um exercício de presença na cidade. "Tenho encarado o tempo e o espaço, e que música vem dali. Acho que isso que o trabalho de Vânia instiga, de você se perder, mesmo que esteja parado: se perder no pensamento, a coisa da deriva, a subjetividade."

Enquanto batemos um papo por telefone — ela do Rio para um show, eu de São Paulo –, Alessandra lembra de um exercício anterior que se transformou em clipe. Alguns anos atrás, durante uma turnê na Europa, ela começou a filmar os deslocamentos que fazia, sem grandes propósitos. Incentivada pelo parceiro musical e companheiro de vida Rodrigo Caçapa, resolveu editar essas imagens em um vídeo para a música "Andei", do álbum "Dois Cordões". Acabou não realizando o projeto com esse material, mas no ano seguinte, em outra temporada fora do país, botou a ideia em prática. "Tem muito a ver com 'Música Passo'. Agora pensando é isso."

Pergunto se cantar na cidade também muda, de certa forma, nossa forma de ver os espaços, se altera algo na percepção. "Acho que estabelece outras conexões de presença", diz Alessandra. "Eu gosto muito quando tem alguém ouvindo música, e como o som que a pessoa está ouvindo interfere na presença dela na cidade, quando a pessoa fica meio dançando. Para mim, como eu também estou sempre cantando, tem essa outra conexão que faço. E isso talvez fique mais latente quando eu componho. Tem música que eu sei o trajeto que eu estava fazendo quando compus. Teve vez que estiquei a caminhada porque precisava resolver a música", ri ela.

"É quase que como se o lugar me pertencesse de outra maneira. Essa semana, descendo a escada do metrô, passou um cara cantando um ponto de umbanda do meu lado. Cantar é um negócio que lhe expõe muito, revela muita coisa…", pensa Alessandra.

Foto: instagram.com/micha_michelera

Para conhecer mais o trabalho da cantora: alessandraleao.com.br

Sobre a autora

Adriana Terra é jornalista e gosta de escrever sobre a cidade e sobre cultura. É co-criadora da série “Pequenos Picos”, mapeamento afetivo de comércios de bairro da capital paulista, e mestranda em Estudos Culturais na EACH-USP, onde pesquisa lugares e modos de vida. Foi criada em Caieiras e há 15 anos vive no centro de São Paulo. Na zona noroeste ou na Bela Vista, sempre que dá, prefere ir caminhando.

Sobre o blog

Dicas de lugares, roteiros, curiosidades sobre bairros, entrevistas com personagens da cidade, um pouquinho de arquitetura e mais experiências em São Paulo do ponto de vista de quem caminha.